Mudanças demais e vegetais de menos!

mudanças demais

este tem sido um ano particularmente diferente. mudanças demais, em demasia.

não me refiro às mudanças constantes, como o meu envelhecimento!

são outras grandes mudanças, que têm me exigido uma boa dose de maturidade e neutralidade para saber lidar com os imprevistos que têm acompanhado as novidades.

como…

…mudar do meu apartamento amado, querido e limpo para o apartamento imundo, cheio de baratas, gelado, escuro e barulhento do AirBnb.

…os primeiros sinais de barba do meu filho (ahhhhh!!!). leia mais

Reflexões e uma canja de galinha

canja de galinha

Este post tem uma receita de canja de galinha caseira, deliciosa e trabalhosa. Mas antes tem um pouco de reflexão sobre a minha atual fase.

Caso não queira ter trabalho na cozinha para preparar uma canja de galinha dos deuses, de comer de joelhos, de comer rezando, pare de ler aqui. Mude para outro post com a receita de um bolo de chocolate muito fácil de fazer, por exemplo.

Caso também não queira saber da minha vida, apenas pare de ler este post. Mude para outro com receita de um frango muito fácil de fazer,  por exemplo. leia mais

A Adolescência é umami

A adolescência éA Adolescência é assim e assado, frito e cozido.

A Adolescência é também sobremesa.

A Adolescência é salgada, às vezes até demais. Feito água do mar quando a gente engole, dói na língua na garganta, no nariz, nos olhos e até no cérebro.

Em outros dias, a adolescência é amarga. Vixe, tão amarga que é dura de engolir. Feito Novalgina.

Parece que toda manhã, ela é sempre azeda. Azedume de limão que, quando a gente entra em contato, faz aquela careta, de fechar os olhos, espremer os lábios em forma de bico, contrair os dedos das mãos, recuando os braços e encolhendo os ombros. leia mais

Uma criança obesa e uma bicicleta


No final de semana, vi uma cena no parque que cortou meu coração. Um garoto de pouco mais de 6 anos de idade -e com praticamente 3 vezes o peso que deveria ter- em cima de uma bicicleta. O que para a maioria das crianças é um momento de deleite, para aquele garotinho foram minutos de puro terror.

Ele estava assustadíssimo, morrendo de medo de cair porque o peso do corpo não lhe dava confiança para estar sentado ali. Ele não tinha estabilidade. O pai do garoto, ao lado dele, tentando incentivá-lo. leia mais

Concessões demais?

Estou sempre escrevendo sobre a seletividade alimentar, sobre o quanto a mudança no paladar das crianças nos surpreende e dificulta a elaboração do cardápio infantil.

Mas acho que nunca refleti mais atentamente sobre a parcela de culpa dos adultos na formação do paladar infantil. Na semana passada, pensei sobre essa questão com mais carinho.

Como todos sabem fiquei sem minha cozinheira. Na ausência dela, alguém teve de ir para o fogão. Esse alguém sou eu, que não fui educada para pilotar forno, seja ele a lenha, elétrico ou a gás. Confesso: fiquei bem perdida, principalmente porque tenho passado os dias fora de casa, trabalhando na rua e chegado à noite, cansada e sem inspiração culinarística. Para piorar, ando sem tempo até para fazer supermercado, o que reduz drasticamente as opções de cardápio. leia mais