Substituindo a carne

É sabido que as carnes são excelentes fontes de ferro. Em geral, as crianças comem e gostam de frango e de bifes. Como toda regra tem a sua exceção e toda criança nasce com potencial para desenvolver um paladar bemmmmmm seletivo. Miguel não gosta de carne vermelha, e, aqui em casa, nós sofremos por causa disso. O que fazer, o que cozinhar para crianças que não gostam nem de carne vemelha nem de frango? Peixe todos os dias é uma chatice, além de caro. Oferecer apenas feijão (leguminosas) com suco laranja é também outra monotonia sem fim.

“Existem outras alternativas? Quais são elas?”. Foram essas perguntas que eu fiz para a Andreia Naves, diretora da VP Consultoria Nutricional e vice-presidente do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional.

A resposta positiva da Andrea para “as outras alternativas” trouxe um aconchego e deu uma orientada na minha lista do supermercado. Aqui estão as dicas:

Temos outras fontes interessantes de ferro heme (carnes ou aquele tipo de ferro que é melhor absorvido pelo organismo) e não-heme (das leguminosas ou aquele que o organismo absorve, mas se ele tiver acompanhado de uma vitamina C será melhor ainda), são eles:

Ferro heme: ovo, especialmente na gema;

Ferro não-heme: frutas secas, como ameixa, uva-passa e damasco; verduras, como brócolis, espinafre, repolho crespo, couve, aspargos e folhas de dente-de-leão;

A Andrea explicou que existem ainda fontes protéicas com ferro como a soja. Pode ser a fermentada – missô e Nato – para evitar hipersensibilidade. “A quinoa e o amaranto também são excelentes fontes de proteína e de altíssimo valor biológico, como a carne. Para se ter uma idéia, a quinoa tem o perfil de aminoácidos muito semelhante ao do leite materno!!”, diz a nutricionista. Dá para misturar a quinoa no arroz. Eles nem percebem!!!!

Outra dica da Andrea, e que me fez lembrar da minha avó, é cozinhar os alimentos na panela de ferro. “Mas essa deve ser de procedência segura para evitar a contaminação por metais tóxicos utilizados na confecção desse tipo de panela.” A Staub é uma das marcas de panelas de ferro mais famosas entre os cozinheiros.

Ou seja, a agora é só ir treinando o paladar seleto do menino-melancia. Algo que bem sabemos não é tarefa nada fácil.

beijos
Patricia

PS: A Andreia deu uma entrevista muito bacana sobre alimentação de grávida (e das mulheres em geral) que está nesse link.

Créditos:
Carne e ovo: www.dreamstime.com
Panela Staub: www.thekitchn.com/

9 Comments

Lia

Adorei, meu assunto preferido. Só esqueceu de mencionar que é bom evitar a combinação de alimentos ricos em ferro com outros ricos em cálcio (tipo feijão com queijo, ó que lástima), porque eles formam um complexo não solúvel e têm sua absorção diminuída. E é possível ter uma excelente série vermelha sem carne nenhuma. Oh, yeah.

Reply
Paloma

Pati, sofro com isso lá em casa também. Isa não gosta de comer carne. É uma dureza. As dicas são bacanas, mas a questão é também acostumá-los com estes alimentos que, em um primeiro momento, eles também rejeitam. bjo
Paloma e Isa

Reply
Mãe Mochileira,filho malinha..

Adorei o post!! bem exclarecedor! 😉
o Enzo gosta mt de soja, na verdade sempre escutamos falar que elaé boa na substituição da carne pela fonte de proteina..mas n sei como fica no quesito FERRO..fora isso, vc sabe dizer quais são os beneficios dela??é que aqui em casa todo mundo adoraaa soja, e entra no nosso cardapio umas 2 x na semana … bjs!!

Reply
Mari

Duas coisas que precisam ser revistas no texto:

Ovo não é boa fonte de ferro-heme!

Segundo Cynthia Maggi (nutricionista): O ovo que tem a fama de ter muito ferro não corresponde à realidade. Além de não ter ferro heme ainda tem um componente chamado fosvitina que não deixa o ferro ser absorvido corretamente.

A soja possui muitos fatores antinutricionais e pode prejudicar tanto a absorção de ferro quanto de cálcio, além de fornecer fitohormônios. Bom para mulheres na menopausa, péssimo para crianças em crescimento!

Reply
Comer para Crescer

Oi, Mari.
Desculpe, mas acho que a informação não procede. A gema do ovo é um boa fonte de ferro heme, como disse a Andréia e a Abran nesse link (removido)
Mesmo assim, obrigada pela sua participação.
abraço,
Patricia

Reply
Aurinha

Tava em busca desse assunto e gostei das dicas… minha filha de 8 anos não gosta de carne vermelha, não gosta de frango, nem feijão e nem arroz… vou levar ela a uma nutri… mas suas dicas já me acalmam o coração pq ela ama legumes e verduras…!!!
bjss!!!
Aurinha, Gabi e Emilly

Reply
Patricia Cerqueira

Luciene, pesquise receitas vegetarianas. Talvez ela aceite melhor esses alimentos. Vc pode fazer arroz com caldo da carne, com caldo do frango. Dê preferência para caldos feitos em casa. Os industrializados não são saudáveis. São para uso eventual.

Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *