Risotinho de abóbora com aspargo para bebês

Se tem uma comidinha que agrada os bebês, é o risoto. O arroz é um alimento molinho, de sabor suave que combina com tudo. Se você ainda não sabe lidar com o arroz de risoto, o arbório ou o carnaroli, pode ir na segurança do arroz branco ou do integral. Fica bom também. O importante é a comidinha ficar saborosa, mas tão saborosa que você queira comer e deixar a pobre criança faminta. Aliás, papinha de nenê não deve nunca ser insossa, aguada e sem graça. Se nem comida de hospital é assim, porque o papá do filhote tem de ser? Not.

Mas atenção: risoto para bebês não leva vinho branco, ok? Vai só um tiquinho de manteiga, e queijo parmesão de boa qualidade. Se for aqueles de saquinho, de R$ 2, nem coloque. A comida não ficará sa-bo-ro-sa!

 

Risoto de abóbora e aspargo

Ingredientes para um bebê (se você for alimentar a família inteira com esse risoto, favor aumentar as quantidades, querida!)

Azeite (uma colher de chá)

Cebola (duas rodelas cortadas fininhas)

Arroz (1 colher de sopa)

Abóbora cabotia (1/3 de xícara de chá picadinha)

Tomilho (um punhadinho)

Caldo de legumes (200 ml). E pelo amor, hein? nada de caldo de saquinho, tablete e afins! Joga uns verdes, tipo salsão, alho porró, salsinha, cebolinha,  numa panela com água, cebola e sal, e deixe ferver até perfumar a casa… do vizinho. Essa quantidade de 200 ml é para arroz de risoto. Se for usar o branco, vai colocando na panela e experimentando até dar o ponto molinho.

Não tem caldo de legumes, faz com caldo de frango. Não tem caldo de frango, joga água filtrada mesmo. Melhor que tablete.

Aspargos frescos (1/3 de xícara de chá picadinho no mesmo tamanho da abóbora)

Manteiga (1 colher de café)

Parmesão ralado na hora (1/3 xícara de café)

Pimenta do reino (pitada)

Modo de fazer

Claro que comece lavando as mãos! Em seguida, refogue a cebola no azeite até ficar molinha e meio branquela. Se queimar, danou-se, joga fora e repete. Coloque o arroz na cebola refogada e mexa por uns minutinhos (3 min) em fogo moderado, acrescente um pouco do caldo (ou a água) e deixe cozinhar por 1 minuto. Acrescente a abóbora e o tomilho. Acrescente mais um pouco de caldo (água) e vá mexendo até absorver toda água e ficar bem molinho, tanto o arroz quanto a abóbora. Acrescente os aspargos, deixe cozinhar mais um bocadinho (5 minutos ou até amolecer bem). Quando tudo estiver bem cozido e bem molinho, desmanchando na boca, retire da panela, coloque no pratinho da filhota, jogue a manteiga, o parmesão e a pimenta. Misture vigorosamente por 1 minuto. Experimente. (Não coma tudo! Coitada da criança! Vai ficar com fome!!!).

Atenção:

Por que colocar tomilho? Para deixar saboroso.

Por que colocar pimenta? Para deixar saboroso.

Por que colocar manteiga e parmesão? Para ficar saboroso.

Por que não colocar sal? Porque o parmesão já tem sal e papinha de bebê não precisa de sal se for bem temperada.

Por que seguir o tempo? Talvez para o arroz não ficar duro!!? Mas, o negócio é o seguinte: em casa com criança pequena, olhar para o relógio de um em um minuto, quando se está cozinhando, não rola. Então, vai experimentando o arroz e os legumes. Fica de olho do pirralho e esquece do relógio.

beijos e até a próxima

Patricia

 

5 Comments

Karen

Hummm… parece uma delícia! Acho que tenho que me ater à risca à regra de nao experimentar demais rsrsrsrs!

Reply
Comer para Crescer

Karen,
Eu fiz ontem para mim e para os meninos e ficou delicioso. A abóbora derreteu e se misturou ao arroz e nem apareceu muito. Miguel comeu tudo, até os aspargos. Já o Samuel, garoto que come de lupa, separou a cebola, os pedacinhos de abóbora que sobraram e os aspargos. Só sobrou o arroz, que ficou com um sabor delicioso. E como eu não tinha nenhum caldo, fiz com água mesmo e com arroz amanhecido. Ficou uma delícia. Se joga na receita.
bjs

Reply
Daniela

Meninaaaa!! Adorei!!!!

Conheci o blog de vcs ontem, mas muito rápido, eu não tive tempo de fuçar. Salvei nos Favoritos e voltei hoje. Estou fuçando, estou AMANDO! Já liguei pro marido avisando que fim de semana vai ter risoto pra todo mundooooo!
=)

Minha filha tem 15 meses (1 ano e 3), estou louca, que não aguento mais cozinhar arroz, feijão, saladinha… ah que saco!

Adorei!!!!!

Obrigada, obrigada!

Beijos!

Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *