Criança enjoada pode ser saudável?

criança enjoada para comerUma leitora, filha e não mãe, deixou um comentário interessante sobre a equação apetite restrito x criança saudável. A partir da própria experiência, ela defende que nem toda criança e adolescente que rejeita verde e frutas pode desenvolver doenças como obesidade ou diabetes.  Tem razão. Mas, o pequeno relato dela, me levou a algumas reflexões. Convido nossas leitoras a ler o comentário e a replica e dar a sua opinião sobre o tema. Queremos saber o que você pensa sobre essa discussão. leia mais

Desafios do lanche after school

desafios do lancheTexto mostra os desafios do lanche quando as crianças saem da escola e não vão diretamente para casa. Venha ver e conhecer algumas dicas para driblar a questão

Como montar uma lancheira saudável é um tema que a gente se depara no retorno das aulas, pois é um desafio montar uma lancheira saudável e prática. Esse ano, porém, vamos enfrentar, aqui em casa, os desafios do lanche after school.

Explico: os meninos mudaram de ciclos e, portanto, o tempo de aula aumentou em 30 minutos. Isso significa que vão almoçar 30 minutos mais tarde do que estavam acostumados ou até mais tarde caso enfrentem um trânsito mais pesado que o normal.

Mig até agora não é daquelas crianças que clamam de fome. Samu, ao contrário, é daqueles que telefona no meio do caminho para saber qual é o cardápio e anuncia que está faminto. Hoje, coloquei uma banana na mochila do filho mais voraz para ser o lanchinho pós-aula, para ele devorar no caminho de volta. Bananas são ótimas porque pesam no estômago, dando uma acalmada nas dores da fome. leia mais

Mitos e verdades sobre alimentação infantil

Já vou avisando que o post é longo e mau-humorado.

Distúrbios de alimentação: Mitos e verdades. Esse foi o tema da primeira palestra no café com blog, do Hospital Sabará. O pediatra José Luiz Setúbal começou a conversa contando que há dois ou três anos, durante palestra nos EUA, ouviu de um pediatra uma observação preocupante: as crianças nascidas nessa década correm o risco de serem as primeiras a viver menos que as de gerações anteriores por causa da obesidade.

E boa parte das crianças obesas ou com excesso de peso são vítimas de erro alimentar. VÍ-TI-MAS, sim, afinal não custa lembrar que quem compra os alimentos para nossos filhos somos nós, os adultos da relação. leia mais

Festa de Aniversário: Bichos

Se tem uma festa de aniversário bem versátil, é essa. As possibilidades são muitas e o tema cabe tanto numa festa de menina quanto na de filhos hominhos. Vale para crianças bem pequenas, de 1 e 2 anos, e também para os maiorzinhos, de 4, 5 e 6 anos. E para criança de qualquer idade que é muito ligada em animais.

Alguns cuidados são importantes:  justamente por ter muita coisa disponível, planejamento prévio é essencial. Essa não é uma festa que dá para sair comprando – aliás nenhuma festa é-, mas sabemos que alguns aniversários são definidos de última hora, sem tempo para uma calma pesquisa e organização. A gente acaba comprando o que vê pela frente. leia mais

Depois do Help… bem feliz :)

Leitores e leitoras. Seguidores e seguidoras e fãs, não dá para imaginar a vida sem blog nem redes sociais, viu!? Foi lindo ontem. Muitos comentários bacanas no post Help e no @comercrescer. Obrigada. As dicas foram ótimas, com muitas ideias práticas de como fazer uma festa infantil sem geladeira nem fogão. 

Por conta das tantas sugestões, fui atrás de um tal de chocolate Callebaut para enrolar os brigadeiros. Não reclamem da minha desatualização. Eu não conhecia essa maravilha belga, afinal não sou nem cozinheira nem gourmet, apenas comilona. Nunca mais os brigadeiros serão enrolados com outro granulado senão o da foto acima. leia mais

Dia do sorvete?

Li no Twitter que hoje é dia do sorvete!

(Hein?! Comemoração típica de país capitalista, porém muito aprazível!)

Deixando a chatice de lado, quero dizer que, na semana passada, andei fazendo com a família degustações de picolés de marcas menos conhecidas para um post (futuro) sobre sorvetes no palito. Como sou uma capitalista incorrigível vou aproveitar o dia para compartilhar os dois achados que foram aprovados pela família.

Picolé Diletto. Com o slogan La Felicità è un gelato, esse urso polar conquistou a família, principalmente nos sabores chocolate e vanilla e chocolate. Eu também gostei dos de frutas: morango e framboesa. Os meninos não curtiram, acharam azedos demais (meus filhos já têm o paladar brasileiro, ou seja, gostam de doce melado que chega até arder a língua). leia mais

Ele só quer cardápio de comida de festa!

Cá estou eu, de novo, choramingando. Desculpem, mas é que nos últimos dias o paladar do Miguel tem estado simplesmente irritante. Há duas semanas o menino-melancia não come direito. Apenas enrola. Sei lá se é o frio (que gela a comida rapidamente), se está enjoado de comer sempre no mesmo ambiente ou se está testando a nossa paciência (minha e de maridão), mas o fato é que o paladar do Miguel está tão restrito quanto já esteve o da Isabella, o da Úrsula, o da Clara (da Claudinha, do Feito à Mão) ou o de tantas crianças que comem bem e, de uma hora para outra, optam pelo cardápio de festa, aquele lá, sabe qual é, né, que predomina o carboidrato, o açúcar! leia mais

A tristeza é minha. A diversão é deles!

                                             Bolo de Iogurte da Mô

Tem dias que são noites! Ontem, quinta-feira, apesar do sol a pino, passei o dia inteiro na escuridão da noite. Triste e decepcionada. Tava tão borocoxo que as lágrimas cismavam em ficar fora dos olhos.

Busquei o colo da amiga para acalmar o coração. Ter amigas é sempre muito bom a qualquer hora, mas nesses momentos de tristeza is priceless! É melhor ainda quando a amiga pára (não me conforme em tirar esse acento) tudo e te acolhe. Dá carinho e atenção. Te escuta. Te dá importância. Era tudo o que eu precisava. Ao final da conversa, ela disse: “Tome um banho e faça algo para o seu dia ficar melhor”. leia mais