Especial sugestão de cardápios – 2

Hoje continuo a responder dúvidas de leitoras sobre sugestão de cardápios. Reforço o que escrevi em outros posts: responderei genericamente às questões levantadas porque NÃO SOU NUTRICIONISTA. Sou jornalista.

Se você precisa de um  cardápio específico, consulte as nutricionistas. E lembrando que temos na seção Cardápios algumas sugestões do que servir.

A Eugenia Pickina disse:

Eu fico perdida com o cardápio semanal para minha filha, que tem um ano e dois meses. Ficaria muito grata se vocês pudessem publicar um roteiro alimentar. Ela mama quando acorda e antes de dormir, apenas. Mas fico confusa: ela já pode comer a nossa comida? Essas questões deixam a gente sem saber onde se agarrar. Verduras e frutas estão no cardápio dela e tento cumprir a pirâmide alimentar. Ofereço alimentos com pouco açúcar. Se vocês sugerissem um roteiro para semana (com dicas para almoço, jantar e lanches), eu seria grata.

Muitos beijos. Obrigada

Oi, Eugenia.

Obrigada por sua dúvida se a sua filha pode comer a comida da família, que é também a de muitas mães, pais e avós. Publico abaixo uma tabela de introdução de alimentos por faixa etária, retirada do Guia Alimentar na Infância e Adolescência, da Batavo Saúde. O material foi elaborado pela pediatra Fernanda Luisa Ceragioli Oliveira, da Unifesp, e pela nutricionista Rose Vega Patin, também da Unifesp.

A sua filha pode comer a comida da família desde que o tempero seja o que ela está acostumada: bem suave de sal.

Segue abaixo outra tabela do mesmo Guia Alimentar sobre quais grupo de alimentos e seus respectivos encontrados nas gôndolas de supermercados, sacolões e na feira.

Na seção Cardápios, você encontra mais sugestões. Dá para se inspirar um bocado ali.

beijos,

Patricia

 

 

 

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *