Comidinhas judaicas com sabor de infância

O final de semana passado (!) foi de apresentação a novos sabores para os meninos. Finalmente conheci um lugar no bairro do Bom Retiro, pertinho da região central paulistana, que faz parte da infância do maridão. Não é um lugar badalado, de sair a toda hora na Vejinha ou no Guia da Folha. E acho que há razão para isso.
 O Menorah é daqueles mercadinhos de bairro que só quem mora nas redondezas conhece. É um lugar que pertence à infância do maridão, um empório meio confuso, sem charme, nem requinte mas que vende delicinhas da cozinha judaica.

Comprei os bagels (ou beigales) que maridão comia quando era garoto. Samuel provou e adorou o pão em formato de rosquinha salgada, lotada de gergelim (semente rica em cálcio) e um tanto borrachento.
Comprei também o meu pão judaico predileto (e dos meninos também), o chalá (pronuncia-se ralá). Como não sou judia e maridão não é religioso, eu e os meninos comemos o chalá com manteiga. Hummmm, é uma delícia.

Também comprei uns doces (para mim e Miguel) que são tudo de deliciosos!!!!! Um recheado de damasco, um segundo com recheio de nozes e um terceiro recheado de maçã. A massa é diferente de tudo que eu havia comido até hoje. Miguel gostou mais da massa e menos dos recheios. Não deu nem tempo de fotografá-los. Sorry. Faço isso da próxima vez que passar parar por lá. Prometo.

E, por fim, trouxe também um pacote de vareniques, a deliciosa massa judaica que vou apresentar aos meninos.

Mas sabe o que eu notei? Samuel se impressiona com o nosso (meu e de maridão) passado, muito mais que Miguel, talvez por ser mais velho. Enfim… tudo que se refere a nossa infância toca de maneira muito especial em nosso filho, de uma forma mais intensa. Bastou o pai falar que o bagele era o pão da infância, que Samu pediu um e comeu com gosto (e porque é bem gostoso, de fato). Ele quis saber o nome da loja onde o pai comprava as roscas quando era criança, se os donos do mercadinho eram legais (segundo maridão, eram muito bravos).

Foi um momento particular e muito gostoso. Nós quatro, em nossa pequena cozinha, saboreando um pedaço da infância do maridão. Que tal contar e apresentar os sabores da sua infância aos filhos e ver como eles reagem?

Beijos da Pati

PS: E mesmo que o sabor de sua infância não inclua bengales, vareniques, chalá e outras delicinhas judaicas, mas estejas a fim de experimentá-los e apresentá-las aos infantes, a Casa Menorah fica na rua Guarani, 114. Abre aos sábados.

Créditos das imagens:
Bagels: About.com
Chalá: Beigales e Burecas (tem uma sugestão de receita do pão judaico)
Vareniques: Revista Veja SP

4 Comments

Dolores

Por favor, vc pode me passar o endereço do Menorah no Bom retiro, é que eu adoroooooo o Chalá, e onde moro no Ipiranga não tem em lugar nenhum!
Brigadão

Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *