Frutas para encher os olhos!

Quando comecei a pesquisar ideias para fazer este post, lembrei logo da Mariana Kotscho, uma das apresentadoras do delicioso programa Papo de Mãe. Ela conta que o filho não é amante das frutas. Nem uma das minhas sobrinhas, também. Sei que minha irmã passou anos oferecendo um leque variado e a menina foi recusando todas. Só aceitava banana (eu acho). Pois bem, a menina virou garota-adolescente e ampliou as possibilidades frutíferas. Come muito além de banana. O interesse dela simplesmente surgiu! Então, Mariana, se você tiver paciência e sangue frio, se apegue no crescimento. Quem sabe quando ele tiver lá pelos 12, 13 anos será um apreciador de mangas e outras. leia mais

Receita do molho de tomate caseiro mais fácil do mundo! (RE)(ATUALIZADO)

Cá estou eu, de novo, (re)atualizando o post que faz mais sucesso aqui no blog: o da receita de molho de tomate caseiro. Como vocês já sabem, a receita é da fofa minha mãe, a dona Maria Helena. Depois do sucesso de audiência fiquei pensando se deveria começar a vender os molhos da mami. Acho que iria ganhar mais dindim do que que como jornalista. Mas a preguiça em mudar de ramo é gigante, então vou apenas (re)atualizar o post. Pois desde que fiz essa receita, fui acrescentando outros ingredientes e foi ficando cada vez mais legal. Também fui respondendo a dúvidas que surgiram no meio do caminho. leia mais

A alimentação na gravidez e o excesso de peso

alimentação na gravidezA alimentação na gravidez sempre foi uma preocupação minha. Quando engravidei do Miguel estava dez quilos acima do meu peso ideal (ou almejado), que eram 58 quilos. Ou seja, quando me descobri grávida pesava 68 quilos. Bateu um pânico de terminar a gestação perto dos 100 quilos, pois sabia que não iria conseguir controlar a fome e a vontade de comer pão. Na gestação do Samuel, 4 anos antes, sai dos 58 quilos e cheguei no parto com 72. Meu obstetra pegou no meu pé na reta para tentar me controlar. (Um a parte: Samuel nasceu de 36 semanas, portanto se a gestação fosse até as tradicionais 40 semanas, eu estaria ainda mais pesada). leia mais

Grávida e anêmica?

Como pode, né? Tem tanto sangue circulando pelo corpo materno durante a gestação e ainda assim a gente fica anêmica. Pois é, isso acontece e com frequência.

A Karin Sedó Sarkis, nutricionista do Check-Up do Fleury Medicina e Saúde, explicou que, alguns pesquisadores acreditam que, apesar da absorção do ferro estar moderadamente aumentada durante a gestação, a quantidade de ferro obtida pela dieta, mesmo com a mobilização do ferro estocado, em geral é insuficiente para suprir a demanda imposta pela gestação, levando à anemia. leia mais

Sucos de caixinha do bem?

Já conversamos aqui sobre quanto o assunto “O que mandar de suco na lancheira dos pequenas, na mochila dos mais velhos e na bolsa das gestante” às vezes aborrece. A nutricionista Tânia Rodrigues tirou muitas dúvidas sobre como lidar com suco natural. Vale rever o post do Suco caseiro na lancheira.

Mas quais são as opções menos adoçadas e saudáveis entre os práticos sucos de caixinha? Novos sucos industrializados estão surgindo nas gôndolas de alguns supermercados aqui em São Paulo com o discurso de ser do bem. Um deles é o da marca Do Bem. leia mais

Uma nutricionista em minha casa

Como nem só de bronca vivemos nessa vida tirana, recuperei um post que publicamos em 16/12/2009 para inspirar mães e pais que desejam mudar os hábitos alimentares da família, mas não sabem muito bem por onde começar.

A Andréa Barros (que está aqui acima com a Luiza e a Helena) é uma querida amiga de longa data, daquelas que vê a vida com um olhar prático e uma boa pitada de romantismo. Inteligente e bem-humorada, sempre gostei de falar com ela sobre política, sobre os rumos do Brasil. Mas quando os filhos nascem, a maternidade vira assunto primordial e exige de nós habilidades em áreas que pouco exploramos. Como a maioria das mães dessa geração (acredito!), a destreza da Andréa em discorrer sobre políticas públicas, corrupção e banditismo é inversamente proporcional à pouca destreza com que ela pilota forno e no fogão e cardápio. Prática, ela decidiu parar de sofrer e tomou uma decisão superbacana: pediu uma ajuda especializada. Mônica e eu pedimos a Andrea que compartilhasse aqui no blog a experiência de melhorar a alimentação da família e de quebra das meninas. leia mais

Produtos que conservam líquidos frescos e cabem na lancheira

O porta-mamadeira térmico da loja virtual La Pomme pode ser personalizado! É muito fofo e sob medida para os dias de calor quando os líquidos precisam ser conservados fresquinhos. O produto tem 26,5 cm de altura e cabe em lancheiras mais altas.

E por falar em manter os líquidos refrigerados, finalmente consegui achar uma garrafa decente para as lancheiras dos meninos. Fui até o bairro da Liberdade, aqui em São Paulo, para procurar o modelo abaixo. A vendedora não sabia me dizer se o produto é térmico de fato. Garantiu apenas que ele conserva o líquido quente ou frio por algumas horas. A Dermiwil, marca das garrafas, diz em seu site que este modelo é térmico. leia mais

Os utensílios para as papinhas

A papinha do bebê pode ser colocada em qualquer prato, mas como no início a quantidade de comida costuma ser pouca, é legal usar pratinhos pequenos ou potes de sobremesa.

Quem vai comprar os pratinhos infantis, é importante saber que existe uma variedade enorme de modelos no mercado. Recomendo os lisos, sem figura ou cor. Como é difícil achar pratinhos infantis totalmente sem cor, no limite dá para levar os coloridos de marcas conceituadas para tentar garantir que a tinta utilizada não seja tóxica. Outra informação importante é ver na embalagem se o produto é BPA Free (livre de bisfenol). leia mais