Doces soldadinhos

“Lado a lado, os soldados-bolinhas iam se enfileirando até ocupar todo o pátio do quartel. Sobre a mesa da cozinha, minha avó inventava um exército de brigadeiros.”

Porque hoje é dia de duplo anivesário aqui em casa reproduzo o poema inspirador da amiga-escritora Silvana Tavano, do Diários de Bicicleta e autora de uma porção de deliciosos livros infantis.

Até imaginei a cena! Delícia!

Beijos
Patricia

Crédito da imagem: Garutti/Dreamstime

Hambúrguer caseiro

                                        crédito da foto: cozinhapequena.com Não sabe o que fazer de comidinhas para as crianças no final de semana? Ok, vou dar uma mãozinha e sugerir um cardápio: hambúrguer caseiro e salada de batata com ovo. Essa dupla faz muito sucesso aos domingos à noite por aqui e é fácil de fazer em casa (evitando aqueles hamburguers congelados e cheios de aditivos). Para o hambúrguer você vai precisar: – 250 gramas de patinho moído (ou outra carne magra de sua preferência) – 250 gramas de acém ou alcatra ou contra-filé moído (ou outra carne de sua preferência, pode ser picanha, por exemplo, mas precisa ser uma carne com um pouco de gordura, caso contrário o hamburguer fica seco e sem graça) LAVE AS MÃOS. Em seguida, misture as duas carnes moídas e molde hamburgueres pequenos na mão mesmo para ficarem disformes e rústicos. Leve-os à geladeira por 10 minutos. Em fogo brando, doure, com um fio óleo (ou o que for de sua prefência), o hambúrguer por 2 minutos de um lado e o mesmo tempo do outro lado. Em seguida, abaixe totalmente a chama do fogo, tampe as carnes e deixe assim por mais três minutos de cada lado (fique de olho para não tostar). O truque para temperar os hamburguers aprendi lendo em uma entrevista com o István Wessel. Antes de colocá-los na frigideira, salpique sal e pimenta dos dois lados da carne, deixe “agir” por uns minutos e frite.

Atenção aos 2 minutos de cada lado!

Para a salada de batata com ovo você vai precisar: Duas batatas cozidas e picadas em quadradinhos bem miudinhos. Três ovos cozidos. Separe a gema da clara. Pique a segunda em pedaços bem pequenos e misture com a batata. Amasse as gemas, coloque azeite em boa quantidade, uma pitade de sal e misture essa pasta com as batatas e as claras. Corrija o sal. E pronto! Essa salada aprendi com a minha mãe. Ela acrescenta também meia cebola crua cortada em quadradinhos bem miúdos. Maridón adora a versão com cebola crua. Fica crocante. Miguel e Samuel, não. Então, opto por deixar a cebola num pote separado. Para completar a refeição, a Ana deixa pronta uma salada de folhas verdes com tomates, pepinos e cenouras cortadas em palitos – que serviram de adereços para o hambúrguer com jeito de Carmen Miranda black feito dia desses aqui em casa (o da foto acima). O corpinho da musa é da salada de batatas e ovos. (Ok, tá engraçada! Mas ficou gostosa!). No Rainhas do Lar tem outra receita de hambúrguer caseiro com mais temperos. Assim como no Cozinha Pequena (de onde peguei a foto de abertura do post). E para acompanhar sucos caseiros!

Tá bom? Então, passe no supermercado e feliz final de semana.

beijos da Patricia

O melhor cupcake do mundo?!

Dizem que o melhor cup cake do mundo é o da Magnolia Bakery, em Nova York. (Suri, a filha lindinha do chato do Tom Cruise, e sua mãe, Katie Holmes seriam habitués do lugar). Será que é mesmo tão bom assim? Confesso ter certa preguiça para cup cakes. Comê-los é sinônimo de bagunça e meleca. Tem tanta comidinha tão ou mais gostosa que não meleca tanto assim. http://gothamist.com  Mas que eles parecem deliciosos, eles parecem. Gostei mesmo foram das camisetas com desenhos de cup cakes da Pettiskirtstyle. Não fazem nenhuma meleca e são um charme só. Quer ver outros modelos? Clique aqui                      Beijos, Patricia

Receita de bolo de chocolate

                                    Crédito da foto: casadachris.uol.com.br

Os bolos da minha amiga Chris Campos, do Casa da Chris, são irresistíveis. Já tive o privilégio de comer alguns nos tempos de faculdade. São de “se” matar de tão deliciosos. Esse da foto, com a receita abaixo, é para comer de joelhos e colocar as crianças para “rezar” junto. aqui tem mais bolos da Chris.

beijos da Pati

Bolo espetacular de brigadeiro (para pessoas realmente taradas por chocolate)

Ingredientes

Para a massa
2 xícaras (chá) de açúcar

3 colheres (sopa) de manteiga leia mais

Nuggets caseiro

Há muito tempo cortei os nuggets da lista de alimentos para comprar no supermercado. Tomei essa decisão depois de assistir um especial com o fofo Jamie Olivier (ela tá meio gordinho, né?!) explicando que os petiscos eram feitos com papa, pele e até ossos de frango moídos.

Opa, pensei, se lá na Inglaterra é assim, cá também não deve ser muito diferente. Na dúvida sobre o que vai no petisco além de carne de frango, parei de comprar.

Navegando pela blogosfera passei pelo Blog de Henrique Soares Freire e me deparei com o post abaixo, que reproduzo na íntegra: leia mais

Batatas fritas assadas

Queridas leitoras e leitores,

Não tivemos a Quinta da Papinha, ontem. Uma das pequenas da Mônica está bem dodói, e eu estou trabalhando como uma louca ensandecida e tentando administrar mais de um zilhão de coisas, inclusive carro quebrado, batido e amassado. Infelizmente, no meio desse turbilhão, a Quinta da Papinha acabou sofrendo. A vida é feita de duras escolhas e algo sempre acaba sendo sacrificado.

Mas, para não deixar nossas fiéis seguidoras, leitoras e afins abandonadas, deixo aqui uma receita de batata frita. Isso mesmo! Vocês não leram errado. Essa é uma receita que costumo fazer de vez em quando em casa. Saiu do livro “Dieta Saudável Para Safenados – E Para Que Você Não Seja + 1”, da Mina Wajchenberg. (Para esclarecer: ninguém é safenado aqui em casa e desejo muito que essa situação permaneça para sempre, por isso comprei o livro, o que foi uma grata surpresa porque tem receitas bem legais e fáceis de carnes, macarrões, saladas, doces entre outras coisas). Batata assada no forno (é o nome original) 1 quilo de batata cortada em palitos (ou em rodelas finas que é como eu faço) 1/4 de xícara de chá de água                                        sal                                        um fio de óleo (ou de azeite que é o que usamos aqui em casa) Modo de Fazer Cozinhe as batas no micro com a água por 10 minutos em potência alta. Coloque-as numa assadeira retangular, salpique com o sal e regue com o óleo (ou azeite). Leve ao forno convencional até dourar. Essas batatas ficam sequinhas por fora e macias por dentro. Substituem as fritas com galhardia e de quebra são bem mais saudáveis, afinal não são imersas em litros de gordura quente.

Algumas informações sobre a batata:
– as melhores para fazer cozidas ou assadas são as Bintje, Monalisa, Mondial;
– uma batata média cozida tem cerca de 100 calorias. se ela for frita chega a 500 calorias;
– o carboidrato presente na batata é rapidamente absorvido pelo corpo (é como se tomasse um injeção de energia na veia, a reação é quase imediata); leia mais

Sanduíches lindos e saudáveis 2

Fizemos, aqui em casa, a nossa versão dos sanduíches criativos que a Mô sugeriu aqui na semana passada. O Miguel escolheu o Bob Esponja. Como sou um ser que ainda precisa melhorar bastante as habilidades manuais, devo admitir que o que saiu não foi exatamente um lindo Bob Esponja. O lanche ficou mais para um irmão feinho da divertida esponja do mar ou um primo, de primeiro grau, da Calça Quadrada marinha mais famosa do planeta.

Mas a minha falta de habilidade pouco importou para o Miguel. Ele se divertiu e comeu todo o lanche. Essa parte era a que mais me interessava. Precisei adaptar alguns ingredientes. Acho que isso não comprometeu a qualidade da comidinha. leia mais