Batatas salvam as nossas refeições

bolinha da peixe

Não tenho a menor dúvida de que as batatas salvam as nossas refeições da mesmice e de recorrermos a fast foods.

Mas deixe-me dizer algo sobre fast food.

Este tipo comida, que mudou a forma como nos relacionamos com a comida, é da categoria rápida, que a gente compra prontinha, na rua, e dá para ser consumida enquanto andamos. Eles são uma mão na roda, uma “refeição coringa” para aqueles dias impossíveis de se preparar a própria comida, seja por falta de tempo ou por falta de ânimo em encarar a cozinha.

Pra mim, o maior problema das fast foods é que elas são ultraprocessadas. Já escrevi sobre a diferença entre alimentos naturais, minimamente processados, os processados e os ultraprocessados.

Existem, como todos sabem, muitos ingredientes frescos que têm preparo rápido em casa e que eu costumo chamar de as foods que são fast. As batatas fazem parte dessa categoria de alimentos.

Definitivamente, batatas salvam as nossas refeições. Assim como cogumelos, ovos, arroz. Todos esses ingredientes permitem que sejam preparados de um jeito rápido, versátil e delicioso.

A batata vai bem fria ou quente; inteira ou amassada; assada ou frita; na sopa-creme ou na sopa de legumes. Recheadas com vários ingredientes ou apenas com azeite, sal e alecrim. Muito bem acompanhada com ovo, ou só com cogumelos ou só com arroz.

batata frita

Como as batatas salvam as nossas refeições

  1. Preciso destacar que o fato delas cozinharem rápido é o primeiro ponto a favor dessa hortaliça. Apenas cuidado com a quantidade de água que você coloca, pois elas é uma hortaliça que já tem muita água. Logo, use pouca água no cozimento.
  2. O segundo – e imbatível – motivo para as batatas salvarem as nossas refeições é que elas são muito versáteis, como citei acima. Compartilho algumas sugestões de como as batatas salvam as nossas refeições.

Podem ser consumidas com cascas: há alguns anos, as batatas rústicas (um jeito gourmet para dizer que são servidas com casca) viraram moda nos restaurantes. Dá para fazer em casa e servir acompanhada de uma carne, por exemplo.

Modo de preparo da batata com casca: Corte as batatas em quatro ou seis partes. Tempere com azeite, sal e pimenta do reino. Coloque alguns ramos de alecrim, besuntados em azeite, sobre as batatas. Asse as batatas com casca em forno pré-aquecido (a 180 graus) até ficarem macias por dentro e crocantes por fora.  Pronto!

Podem ser fritas no forno: esta é uma maneira prática de “fritar” a batata sem exigir que se fique o tempo todo do lado do fogão e virando as tiras para não torrarem. Essa receita tem um pulo do gato, que expliquei no texto sobre batata frita mas assada.

Podem virar massa de bolinho de peixe e todo mundo achar que é bolinho de bacalhau. Nesta receita, também há um pulo do gato, que você descobre lendo o texto que traz a receita.

Pode ser recheada com bacon e requeijão e a família perguntar se é batata da Baked Potato. Para surpreender a galera basta ler o texto sobre como preparar a batata com requeijão e bacon.

baked potato

No primeiro post sobre as foods que são fast que publiquei, apresentando os cogumelos frescos, escrevi que:

Optar por fazer refeições com comidas frescas e não apenas com alimentos ultraprocessados não é complicado nem trabalhoso. A prática diária na cozinha, o hábito de consultar livros de receitas, de ler blogs de culinária ou assistir programas de culinária vai nos ensinando tanto a fazer pratos rápidos com alimentos frescos quanto a preparar na cozinha do nosso lar as food que são fast.

Pois é isso. A prática só nos faz melhorar e descobrir a força e poder de ingredientes imprescindíveis. Cozinhe mais para cozinhar melhor, afinal, comida boa muda tudo.

E acredite: batatas salvam as nossas refeições.

Um beijo,

Patricia

1 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *