Almôndega sem carne e a dificuldade em preparar refeições veganas

Segunda-feira é o dia que tento preparar pratos sem carne. Mas, como não sou vegetariana, enfrento dificuldades de elaborar algo sem proteína animal que eu e todos da família gostem. Para os vegetarianos deve ser fácil pensar em refeições sem carne. Para mim, não. A carne costuma ser o elemento chave da refeição, o personagem principal, o George Clooney do almoço e do jantar.

almôndega sem carne

Por causa dessa minha dificuldade, procuro criar refeições que tenham um prato principal de destaque, algo que não seja um amontoado de verdes salpicado por quadradinhos de tofu acompanhado de arroz, feijão, cenoura ralada com tomate e gergelim.

Minha busca por transformar o prato num “George Clooney” feito apenas por vegetais e grãos  é afetada pelo fato de eu morar com três carnívoros convictos, que boicotam, rejeitam, grunhem com as minhas tentativas de refeições veganas. Em geral, dá mais errado do que certo.

Essa semana, deu certo! Adaptei uma refeição de almôndega de aveia com cenoura e molho de tomate para o almoço da segunda sem carne e não fui vaiada nem recebi cartão vermelho. Muito pelo contrário. Teve aplausos.

Mas, confesso, que fiquei com medo de responder qual era o cardápio do almoço, quando os meninos perguntaram. Timidamente, disse que eram almôndegas. Sem detalhes. Não carecia, né!? Eu sabia que, se falasse, que eram almôndegas de aveia com cenoura ouviria um rosário de protestos!

Soneguei informação e me poupei.

Quando o prato principal, sem carne, mais ainda com cara de prato principal, estava pronto, os meninos tiveram a opção de experimentar ou comer apenas arroz e salada. Cederam, com receio, claro, mas aprovaram. E repetiram. Tive até de regular no máximo quatro almôndegas para cada um porque senão alguém comeria menos.

Espero que essa almôndega sem carne faça sucesso na sua casa também. Você também pode tentar uma omelete bem saborosa para ser o prato principal do jantar da segunda sem carne.

Almôndegas de aveia com cenoura ao molho de tomate

(Adaptada do Comida que Cuida – com receitas da chef Carla Pernambuco)

Ingredientes

1 xícara de chá de aveia em flocos

1 xícara de chá de cenoura ralada ou triturada

1/2 xícara de chá de farinha de trigo (branca ou integral, tanto faz)

2 colheres de sopa de queijo (usei cream cheese, mas pode ser cottage, requeijão)

2 ovos

1/2 xícara de chá de cheiro verde (aquele que vem com salsinha e cebolinha juntas)

1 colher de sopa de manjericão picado (melhor que seja o fresco, mas eu usei o seco mesmo)

1 colher de sobremesa de tomilho (fresco ou seco, tanto faz)

2 colheres de café (rasas) de sal

1 colher de café de pimenta calabresa

700 ml a 1 lt de molho de tomate da sua preferência

Modo de preparo
  1. Aqueça o forno a 180 graus.
  2. Misture bem todos os ingredientes, menos o molho de tomate. Ficará uma mistura com aspecto de meleca.
  3. Unte uma forma com um fio de azeite
  4. Com a ajuda de uma colher de sobremesa ou uma colher de sorvete pegue um pouco da massa e coloque na forma.
  5. Leve ao forno para assar até ficar seco e macio. As minhas assarem e secarem em 12 minutos. Mas tudo depende de cada forno, né?!
  6. Enquanto os bolinhos assam, prepare o molho de tomate, seja abrindo a lata ou cozinhando os tomates. Use manjericão e orégano para tempera-lo.
  7. Quando o molho estiver pronto, isso significa estar fervido, acrescente as almôndegas assadas, deixe cozinhar por mais 10 minutos em fogo baixo. Sirva em seguida, acompanhada de arroz branco e queijo parmesão ralado!

Beijo,

Patrícia

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *